28 de dezembro de 2010

Evoluir? Eis a questão.

Não progredimos, pois em grande parte do nosso tempo acostumamos com os tais 'amiguinhos' comodismo e conformismo. Estamos tão habituados com a incapacidade de entendimento, que não ousamos na maioria das vezes pensar e fazer por entender. Kant tem a teoria da 'Menoridade Humana', e é algo tão certo, pois na maioria das vezes pensamos necessitar de ter alguém para fazer o que precisa ser feito em nosso lugar, que por fim acabamos nem usando as próprias pernas, e nos distanciando das próprias opiniões. Somos capazes de fundamentar nossas próprias maneiras de agir e pensar.

"Age de tal modo que a máxima da tua ação se possa tornar princípio de uma legislação universal." - Immanuel Kant

22 de dezembro de 2010

Tem bombom?

Nesse céu azul,
rabisquei tantas nuvens,
o tornei tão claro.
Nesse amor,
senti tua falta,
falta de uma presença jamais sentida.
Nesse meu dia,
sinto essa saudade,
saudade vazia.

- Não, só saudade.

20 de dezembro de 2010

O amor vale a pena?

Olhando em seus olhos,
cavando tua cova,
te enterrando dentro do meu peito.
Nem com flores o encarecerei.
Sabes disso melhor que eu.

- Bem, já não acredito mais.

18 de dezembro de 2010

Doce mel

Falava-me docemente.
Pesavas tuas palavras antes de as proferir.
Sorria-me docemente.
Aquele tão belo sorriso.
Então, me sentia embebida de doçura.
Pena que a ressaca logo chega. ha ha

Em outra vida, quem sabe

Meu bem querer,
se quiseres voltar - volta não.
Já trouxestes muita dor pro meu coração.
Estou demasiada machucada.
Guardo a saudade mais bonita,
misturada com a lembrança dos teus olhos,
e o som de tua risada.
Mas, peço-te,
se quiseres voltar - volta não.

14 de dezembro de 2010

Me lembro de você em dias assim,

e o que sinto não sei dizer.
Chuva mansa,
frio calmo,
um grosso moletom,
e meu companheiro de sempre, chá.
Legião,
Sete Cidades.
Acho que nada me falta,
tudo me acalenta.
Ah, espera, cadê você?